Exibindo um único resultado

contratar o monitor
O Monumento Natural Estadual da Pedra Grande, instituído pelo Decreto Estadual nº 55.662/2010, foi o primeiro Monumento Natural criado no Estado de São Paulo, em conjunto com outras Unidades de Conservação que fazem parte do projeto chamado "Contínuo Cantareira". A Pedra Grande, principal atrativo do MONA Pedra Grande, constitui um afloramento granítico com cerca de 500 milhões de anos, que abriga ampla comunidade vegetal composta por espécies florestais e campestres, algumas raras ou endêmicas, considerando o bioma e sua latitude. Considerada um ponto turístico regional, possui visitação considerável, entre 60 a 80 mil visitantes por ano, uma das maiores visitações comparadas a outras Unidades de Conservação de Proteção Integral do Estado. A Laje da Pedra Grande possibilita ao visitante contemplar a paisagem cênica das regiões do entorno da Serra, além de contemplar a vegetação característica de Floresta Alto Montana, com formações de “ilhas de solo”. O atrativo tem maior procura por visitantes da região metropolitana de São Paulo, da região de Campinas e praticantes de esporte de aventuras, como voo livre, rapel e cicloturismo.

 

Roteiro disponível: Laje da Pedra Grande

 

  • Reservas: não possui. Para realizar esse roteiro, não é necessário agendamento prévio ou compra de ingresso.
    A Unidade de Conservação estará aberta de segunda a domingo, das 10h às 16h00.
  • Monitoria: não obrigatória (autoguiado)
  • Nível de dificuldade: não se aplica
  • Percurso: não definido (visitante pode caminhar pela laje)
  • Duração: 2 a 3 horas
  • Ponto de encontro: não se aplica
  • Capacidade máxima: não possui
  • Descrição: A Laje da Pedra Grande proporciona ao visitante a contemplação da paisagem da região bragantina e o sul da região da Mantiqueira, além da procura pelo pôr-do-sol que ocorre a oeste, "caindo" sobre o município de Atibaia. O afloramento rochoso que compõe a Laje permite a caminhada por toda a sua extensão e a observação das chamadas "ilhas de solos", com formação de porções de vegetação da Florestal Alto Montana, com diversos exemplares da flora específicos desse tipo de formação, como a Amarílis. Por abrigar também espécies endêmicas, a vegetação é um dos principais alvos de conservação da Unidade de Conservação. O visitante também pode acessar a Pedra da Baleia e Pedra Rachada, através de uma trilha de 230 metros que leva a um dos maiores picos da região metropolitana de São Paulo, com mais de 1.400 metros de altitude e uma visão 360° de toda a paisagem. Os esportes de aventura também são muito procurados, como o voo livre, tendo a rampa de decolagem na própria Laje da Pedra Grande; o rapel e escalada na Pedra Rachada e na Pedra da Baleia; e a atividade de cicloturismo na Estrada da Pedra Grande, finalizando na Laje.
Dicas e orientações:
Estacionamento: Os visitantes devem estacionar o veículo sempre no 1º platô da Laje da Pedra Grande. Não é permitido o tráfego de veículos, motos ou bicicletas ao longo do trecho do lajeado.Voo Livre: Veículos que estiverem transportando equipamento de asa delta podem transitar em áreas fora da delimitação do estacionamento. Será autorizado o deslocamento pela Laje da Pedra Grande até o ponto de descarga de equipamentos, com permanência máxima de 15 minutos no local. Após descarregar o equipamento, o visitante deverá retornar com o veículo até o estacionamento.
Recomendações: Grupos organizados para atividade de rapel e escalada devem fazer o agendamento prévio junto às operadoras dessas atividades. No dia agendado, orienta-se que o visitante se apresente junto à vigilância da Unidade de Conservação e indique o telefone para contato em caso de emergência.
MONA Pedra Grande

R$ 0,00 Gratuito INGRESSO
PARA BRASILEIROS
Segunda a Domingo, das 10h às 16h

O Monumento Natural Estadual da Pedra Grande, instituído pelo Decreto Estadual nº 55.662/2010, foi o primeiro Monumento Natural criado no Estado de São Paulo, em conjunto com outras Unidades de Conservação que fazem parte do projeto chamado "Contínuo Cantareira". A Pedra Grande, principal atrativo do MONA Pedra Grande, constitui um afloramento granítico com cerca de 500 milhões de anos, que abriga ampla comunidade vegetal composta por espécies florestais e campestres, algumas raras ou endêmicas, considerando o bioma e sua latitude. Considerada um ponto turístico regional, possui visitação considerável, entre 60 a 80 mil visitantes por ano, uma das maiores visitações comparadas a outras Unidades de Conservação de Proteção Integral do Estado. A Laje da Pedra Grande possibilita ao visitante contemplar a paisagem cênica das regiões do entorno da Serra, além de contemplar a vegetação característica de Floresta Alto Montana, com formações de “ilhas de solo”. O atrativo tem maior procura por visitantes da região metropolitana de São Paulo, da região de Campinas e praticantes de esporte de aventuras, como voo livre, rapel e cicloturismo.
 
Roteiro disponível: Laje da Pedra Grande
 
  • Reservas: não possui. Para realizar esse roteiro, não é necessário agendamento prévio ou compra de ingresso. A Unidade de Conservação estará aberta de segunda a domingo, das 10h às 16h00.
  • Monitoria: não obrigatória (autoguiado)
  • Nível de dificuldade: não se aplica
  • Percurso: não definido (visitante pode caminhar pela laje)
  • Duração: 2 a 3 horas
  • Ponto de encontro: não se aplica
  • Capacidade máxima: não possui
  • Descrição: A Laje da Pedra Grande proporciona ao visitante a contemplação da paisagem da região bragantina e o sul da região da Mantiqueira, além da procura pelo pôr-do-sol que ocorre a oeste, "caindo" sobre o município de Atibaia. O afloramento rochoso que compõe a Laje permite a caminhada por toda a sua extensão e a observação das chamadas "ilhas de solos", com formação de porções de vegetação da Florestal Alto Montana, com diversos exemplares da flora específicos desse tipo de formação, como a Amarílis. Por abrigar também espécies endêmicas, a vegetação é um dos principais alvos de conservação da Unidade de Conservação. O visitante também pode acessar a Pedra da Baleia e Pedra Rachada, através de uma trilha de 230 metros que leva a um dos maiores picos da região metropolitana de São Paulo, com mais de 1.400 metros de altitude e uma visão 360° de toda a paisagem. Os esportes de aventura também são muito procurados, como o voo livre, tendo a rampa de decolagem na própria Laje da Pedra Grande; o rapel e escalada na Pedra Rachada e na Pedra da Baleia; e a atividade de cicloturismo na Estrada da Pedra Grande, finalizando na Laje.
Dicas e orientações: Estacionamento: Os visitantes devem estacionar o veículo sempre no 1º platô da Laje da Pedra Grande. Não é permitido o tráfego de veículos, motos ou bicicletas ao longo do trecho do lajeado.Voo Livre: Veículos que estiverem transportando equipamento de asa delta podem transitar em áreas fora da delimitação do estacionamento. Será autorizado o deslocamento pela Laje da Pedra Grande até o ponto de descarga de equipamentos, com permanência máxima de 15 minutos no local. Após descarregar o equipamento, o visitante deverá retornar com o veículo até o estacionamento. Recomendações: Grupos organizados para atividade de rapel e escalada devem fazer o agendamento prévio junto às operadoras dessas atividades. No dia agendado, orienta-se que o visitante se apresente junto à vigilância da Unidade de Conservação e indique o telefone para contato em caso de emergência.

Como Chegar

MONA Pedra Grande

Endereço: Estrada da Pedra Grande, s/ nº

Cidade: Atibaia

Distância de São Paulo: 84 km

Previsão do Tempo:

0
    0
    Meu carrinho
    Seu carrinho esta vazioRetornar para a loja